ASPIG: Volta a exigir a reactivação da Brigada de Trânsito (BT) da GNR.


Ano novo, mas para a ASPIG é tempo de continuar com uma “velha luta” a reactivação da Brigada de Trânsito (BT) da Guarda Nacional Republicana. Extinta em 1 de janeiro de 2009, há 7 anos, o “regresso” da BT é considerada primordial para o combate às infrações de trânsito e redução das mortes na estrada.

GNR BT_800x800Em comunicado a Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda Nacional Republicana (ASPIG), volta a lembrar que desde 2009, tem vindo, insistentemente, a alertar para o erro crasso que foi a extinção, em 1 de Janeiro de 2009, da Brigada de Transito da GNR.

Por isso, a ASPIG compreende a preocupação da Sr.ª Ministra da Administração Interna, Doutora Constança Urbano de Sousa, no que concerne ao aumento da sinistralidade rodoviária, que se tem vindo a verificar e os objectivos a que Portugal está obrigado até 2020 perante a U.E.

A ASPIG espera que a Senhora Ministra – que anunciou um novo plano estratégico nacional de segurança rodoviária – inclua, nas medidas que disse que o Governo vai tomar sobre esta matéria, a reactivação da Brigada de Trânsito (Unidade especial da GNR que, entre 1970 e 2008, se destacou, eficazmente, no combate à sinistralidade rodoviária e granjeou, perante os portugueses, inegável prestígio).


Share This Post On
468x60.jpg