Beja: Ermida de São Pedro, no Bairro da Conceição, vai ser restaurada.


A Câmara Municipal e a Diocese de Beja celebraram na passada semana um protocolo que prevê a recuperação da Ermida, entre outras obrigações entre as partes.

De acordo com uma publicação nas redes sociais, por parte do presidente da Câmara, ficou a saber-se que do resultado do protocolo, a autarquia assume uma pintura total (exterior e interior) da Ermida de São Pedro bem como algumas pequenas obras necessárias na mesma, não manutenção corrente, nem pinturas futuras.

A edilidade será responsável pela recolocação do Cruzeiro no Largo, cuja base está na posse da autarquia, mandando esta fazer a cruz.

Por seu turno a Diocese de Beja cede uma faixa de terreno, de que é proprietária à Câmara de Beja que permitirá intervencionar a Rua Deolinda Quartim no Bairro da Conceição.

De acordo com a justificação avançada pelo autarca que “a partir daqui estão finalmente reunidas as condições para se começar a resolver a questão da Rua Deolinda Quartim (n.d.r: localizada na parte sul do bairro frente à porta de acesso ao pavilhão do clube), que se arrasta há anos e que não podia ser intervencionada pelo Município por não ser proprietário do terreno contíguo à rua”, concluiu.

Segundo o divulgado por Paulo Arsénio, “a nossa expectativa é que o mais tardar em agosto possamos começar a pintar a Ermida”, acrescentando que se trata “de um trabalho moroso”, quer pela grande dimensão da Ermida, quer pelo estado em que se encontra, justificando que o trabalho “será feito por administração direta e com um custo estimado um pouco acima dos 25.000 euros”, concluiu.

A Câmara Municipal de Beja está também, de acordo com o edil “a executar um projeto de embelezamento global do espaço que substituirá o esboço que já existia para o local mas que era inadequado para se converter em projeto. Não sabemos se conseguiremos executá-lo em 2021 mas o projeto ficará pronto até final deste ano certamente”, rematou.

Recorde-se que em outubro do ano nas redes sociais, um cidadão bejense lançou uma campanha de angariação de fundos, para a pintura da Ermida de São Pedro, tendo apresentado um orçamento fornecido por um empresário da cidade. Como a adesão dos cidadãos foi quase nula a mesma acabou por ser anulada.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg