Beja: Executivo da Câmara votou por unanimidade a descida do IMI em 0,01%.


O Executivo da Câmara de Beja aprovou por unanimidade a descida no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o ano de 2019, uma descida da taxa e pelo segundo ano consecutivo.

Em 2019 e para prédios urbanos, a taxa irá descer de 0,35% para 0,34%, ou seja, menos 0,01%. Dois anos antes, em 2017, a taxa era de 0,36%. A taxa máxima do IMI para prédios urbanos é de 0,45% e a taxa mínima legal é de 0,30%.

De acordo com a publicação de Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, na sua página de facebook, “esta redução de taxa pelo segundo ano consecutivo e que será para continuar, sendo progressiva, não põe em causa a receita da CM Beja com o Imposto”.

O autarca justifica ainda que “foi aprovado o benefício a quem tem filhos no agregado familiar nas condições previstas na legislação tributária portuguesa”, concluiu.

Dessa forma, segundo o que escreveu o edil, “os agregados com 1 filho terão uma dedução de €20,00, agregados com 2 filhos uma dedução de €40,00 e agregados com 3 ou mais filhos uma dedução de €70,00 no imposto”, sustentou.

Esta proposta aprovada em reunião de Câmara terá de ser agora confirmada pela Assembleia Municipal do mês de novembro, foi aprovada por unanimidade e o benefício suplementar a agregados com filhos foi aprovado por maioria com os votos favoráveis dos 4 Vereadores do PS e os votos contra dos 3 Vereadores da CDU.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg