Beja: Homem encontrado morto em casa. Consumo droga pode ser causa.


Um indivíduo de 30 anos, natural do Algarve, foi encontrado morto na casa onde habitava, no Centro Histórico, em Beja. A dependência da droga pode ter sido a causa da morte.

BEJA- Rua Escudeiros_800x800B.D., 30 anos, natural de Figueira, freguesia de Mexilhoeira Grande, concelho de Portimão, foi encontrado sem vida, na noite de segunda-feira, no quarto da residência que habitava, situada na Rua dos Escudeiros, em Beja.

Alertado pelos proprietários do estabelecimento da restauração onde B.D. trabalhava, que este não tinha aparecido ao trabalho, nem avisado da falta, o que não era habitual, foi o arrendatário da habitação que se deslocou ao local e encontrou o homem morto.

O corpo foi encontrado cerca das 21,00 horas de segunda-feira e ao lado estava, segundo apurou o Lidador Notícias (LD), uma seringa e uma colher, sinal de que o indivíduo era dependente do consumo de estupefacientes.

Segundo foi possível apurar pelo LD, o homem terá já passado por um centro de reabilitação e há algum tempo que trabalhava num estabelecimento na cidade, onde os colegas o consideravam como “um excelente trabalhador, assíduo e pacato”, mostrando-se “incrédulos” com o sucedido.

O corpo foi trasladado para o Gabinete Médico Legal, que funciona no Hospital de Beja, onde, por determinação do Ministério Público, foi ontem autopsiado, para se perceber se morreu de “overdose ou por injeção de droga adulterada”, disse fonte ligada ao processo. Segundo apurou o LD, o resultado da autopsia foi “inconclusivo”, tendo sido recolhidas amostras a enviar ao Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, em Lisboa, a fim de determinar as causas reais da morte do indivíduo.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg