Ciclismo: Leiria recebe final do contrarrelógio da Volta a Portugal em Bicicleta.


Leiria e a Praia do Pedrogão recebem, três anos depois, a chegada e a partida do contrarrelógio individual da 77ª Volta a Portugal em Bicicleta/ Liberty Seguros.

Leiria-VoltaPortugal_800x800“Já lá vão três anos!”. É assim que começa o comunicado emitido pela Podium Events, entidade organizadora da Volta a Portugal/ Liberty Seguros, que vai para a estrada entre 29 de julho e 9 de agosto.

A praia do Pedrógão, em Leiria, tinha saudades da Volta a Portugal em Bicicleta, mas este ano já regressa à competição. A fórmula estreada em 2010, um contrarrelógio individual a terminar no centro de Leiria, vai repetir-se quase a fechar a 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros que se realiza entre 29 de julho e 9 de agosto.

Estarão as grandes decisões desportivas marcadas para este momento? Para Raul Castro, presidente da Câmara Municipal de Leiria, são óbvios os ingredientes competitivos da penúltima etapa: “O facto de ser aqui discutido o contrarrelógio que é uma etapa intensa, motiva enorme curiosidade e interesse dos adeptos do ciclismo, e potencia igualmente a promoção desta região. O trajeto realizado entre a praia do Pedrógão e o centro da cidade atravessa boa parte do concelho. É um dia em que o país acaba por estar com os olhos postos em Leiria.”

O compromisso estabelecido entre a autarquia e a organização da prova tornou possível o regresso da “caravana” à região de Leiria e Raul Castro relembra que esta é uma aposta ganha: “Com a passagem da Volta a Portugal registámos enorme retorno turístico e económico para a restauração e comércio local. É uma mais-valia para o concelho e para a região, para a economia e para os amantes deste desporto nobre e de grande tradição em Portugal, atraindo verdadeiras multidões.”

Leiria na Volta a Portugal
Em 2010 fez-se, pela primeira vez na história da Volta a Portugal em bicicleta, um contrarrelógio entre a praia do Pedrógão e Leira. Vivia-se o penúltimo dia de competição e David Blanco, ao serviço da equipa de Tavira, vestia a Camisola Amarela desde a quarta etapa. Na luta individual contra o cronómetro o espanhol não ganhou, mas ao fazer o segundo lugar nos quase 33 Km de um percurso essencialmente plano dava mais um passo para alcançar a quarta vitória na Volta. Dois anos depois, em 2012, repetia-se o percurso. Blanco voltou a não ganhar, mas ficou mais perto do triunfo final e de bater o recorde da Volta a Portugal entrando para a história como o único homem com cinco vitórias na mais amada de todas as competições velocipédicas nacionais.

2015 será a terceira vez que a Volta a Portugal visita a praia do Pedrógão, o único e extenso areal do concelho de Leiria. São 1400 metros de fina areia que atraem inúmeros turistas, mas que os corredores da grande competição não terão oportunidade de aproveitar.

Em contrapartida a cidade de Leiria é uma “veterana” na Volta. Já recebeu por dezassete vezes as chegadas da prova e serviu de palco de partida em treze ocasiões. A estreia da cidade do Lis na Volta aconteceu logo à quarta edição, em 1933. O mítico Alfredo Trindade, ao serviço do Sporting, triunfou naquela que foi a penúltima tirada da competição e venceu, pelo segundo ano consecutivo, a Volta a Portugal em Bicicleta.


Share This Post On
468x60.jpg