Serpa: Câmara Municipal toma posição sobre o direito à saúde.


Na última reunião do Executivo, foi aprovada, por unanimidad, uma tomada de posição da Câmara Municipal de Serpa sobre o direito à saúde.

Y, causa está o Hospital de São Paulo, Serpa, e à sua reintegração no Serviço Nacional de Saúde, justificando a autarquia no documento aprovado que “a saúde é um direito constitucionalmente consagrado, pelo que não pode estar dependente de opções gestionárias ou de resultados económicos, e só o retorno e a integração do Hospital de São Paulo, el Servicio Nacional de Salud, poderá garantir o direito à saúde da nossa população.

A reversão do Hospital de São Paulo, Serpa, para a gestão pública e a sua integração no Serviço Nacional de Saúde tem vindo a ser defendida desde que a sua gestão deixou a esfera pública.

A intermitência da abertura noturna do serviço de urgência deste Hospital, que voltou a acontecer nos últimos meses, veio, otra vez, provar que apenas a gestão pública, por nós defendida, assegura um direito da população: o acesso à saúde.”

Os eleitos da Câmara Municipal de Serpa, por unanimidad, voltam a manifestar a sua posição de defesa dos serviços públicos, en este caso, o funcionamento pleno do Hospital de São Paulo.


Compartir este mensaje en
468x60.jpg