Volta a Portugal: tres alentejanos entre 126 corredores en “Portugués”.


Daniel Maestro y Henrique Casimiro, natural de Almodóvar, e Afonso Luís, Odemira, estos son los alentejanos presentes en la 82ª edición de “Portuguesa” que comienza hoy en Lisboa.

Os dois corredores, ambos de 35 años de edad, e o jovem odemirense, de 21 años de edad, fazem parte do rol de 126 participantes na Volta a Portugal que se inicia com um prólogo de 5,4 kms a disputar em Lisboa, na Praça do Império, junto ao Centro Cultural de Belém.

Participar en la regata 18 equipos, nove portuguesas e nove estrangeiras, sendo de realçar a presença da espanhola Movistar, que pertence ao WorldTour, com o favoritismo da vitória final a recair sobre um grupo de sete corredores de equipas lusas, cinco portugueses e dois espanhóis.

Amaro Antunes e João Rodrigues (W52 / FC Porto), António Carvalho e Frederico Figueiredo (Efapel), Vicente Garcia de Mateos, John Benta (Radio Popular / Boavista) e Gustavo Veloso (Atún General / Tavira / Hotel Maria Nova) são os principais candidatos. Como outsiders aparecem Joni Brandão (W52 / FC Porto), Joaquim Silva (Tavrer/ Measindot/ Mortágua), Tomas Contte (Municipio de Louletano / Loulé) e Adrian Bustamante (Kelly / Simoldes / Oliveirense).

Dos corredores estrangeiros presentes o que tem maior currículo de vitórias é o venezuelano Orluis Aular (Caja Rural/ Seguros RGA) com treze vitórias, seguindo-se o espanhol Enrique Sanz (Equipo Kern Pharma) com nove triunfos, quatro dos quais na Volta ao Alentejo e um na Volta a Portugal, mas não é um trepador nato.

O canadiano Robert Britton e o americano Ben King, ambos corredores da Rally Cycling, apresentam seis triunfos e podem ser surpresas na luta pelos lugares cimeiros, tal como o porto-riquenho Abner Gonzalez (Movistar).

Voltando aos três alentejanos (foto da última equipa em que correram juntos), Henrique Casimiro (Kelly / Simoldes / Oliveirense) é um trepador, já foi 7º na Volta a Portugal em 2016 e pode constituir-se como um grande candidato aos dez primeiros da geral e até ganhar uma etapa. Daniel Mestre (W52 / FC Porto), um sprinter, já ganhou três etapas na “Portuguesa” e em 2019 venceu a Classificação por Pontos. Afonso Silva, (Radio Popular / Boavista) faz a sua estreia na Volta a Portugal e é já uma das certezas da equipa do Professor José Santos.

PRÓLOGO: Lisboa- Lisboa- 5,4 kms

Partida da Praça do Império, Avenida da Índia e chega da Praça do Império.

A partir del primer corredor que 15,20 horas (William Bjergfelt/ SwinfCarbon) e o último às 17,25 horas (Amaro Antunes/W52/FCPorto).

Teixeira Correia

(periodista)

Foto: Firmino Paixão


Compartir este mensaje en
468x60.jpg