ÉVORA Julgamento de homicida da advogada da ex-mulher começa hoje


Começa hoje às 09.30 horas, no Tribunal de Évora, o julgamento de Francisco Borda d’Água, 55 anos, comerciante de frutas de Estremoz, acusado de ter assassinado em 6 e maio de 2014, naquela cidade alentejana, a advogada da ex-mulher.

ESTREMOZ- Local crime_800x800O arguido arrisca uma pena de 25 anos de cadeia já que está acusado de um crime de homicídio qualificado. Borda d’Água, está em prisão preventiva, indiciado da morte de Natália Sousa, 50 anos, que defendia a ex-mulher do homicida num processo de divórcio.

Na manhã de 6 de maio, Francisco recebeu do Tribunal de Estremoz, um ofício para comparecer numa audiência do processo de divórcio, tendo uma primeira discussão com a advogada em pleno átrio do tribunal, a que a PSP colocou fim.

Não satisfeito, o individuo subiu ao primeiro andar do número 42 da Praça da Liberdade, no Centro Histórico de Estremoz e matou Natália Sousa. Visivelmente descontrolado o arguido atirou a mulher ao chão e com grande violência, bateu-lhe com a cabeça várias vezes no chão. De acordo com o despacho de acusação, Borda d’Água, bateu com a cabeça da causídica mais de 14 vezes no chão do escritório, causando-lhe a morte.

Os gritos da mulher alertaram os proprietários e os clientes da pastelaria, situado no rés-do-chão do escritório da advogada, mas como a porta estava fechada, não conseguiram socorrer a vítima.

Quando abandonou o escritório, o presumível homicida foi apanhado por um militar da GNR do Destacamento de Trânsito de Évora, natural de Estremoz, que estava de folga e por mero acaso passava no largo, junto à porta, e o entregou à PSP que tinha sido chamada ao local.

Após a primeira audição no Tribunal de Estremoz, Francisco Borda d’Água, foi levado para o Estabelecimento Prisional de Elvas, mas por ter adoecido, foi transferido para o Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias, onde está em prisão preventiva.

Além de duas sessões no dia de hoje, presididas por um Tribunal Colectivo, o julgamento tem já agendas sessões, para 18 e 23 de março e 7 de abril.

Teixeira Correia

(Jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg