IPBeja: 506 vagas em 2015, as mesmas que no ano anterior.


O Ministério da Educação e Ciência cortou três mil vagas nas universidades e institutos politécnicos, ao longo dos últimos quatro anos. O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) tem 506 vagas, as mesmas que em 2014.

IPBeja_800x800Dos 53500 lugares no Ensino Superior público no início da legislatura da maioria PSD/CDS-PP, chegam amanhã a concurso 50555. A formação de professores, arquitetura e construção, ciências físicas e serviços sociais foram as áreas que sofreram maior perda – no conjunto, 1330 vagas.

A diminuição foi constante e atira as vagas no Ensino Superior para próximo dos valores de 2008, ano em que se mantinha um aumento iniciado no começo dos anos 2000 e interrompido já com a tutela do setor sob a batuta de Nuno Crato. O IPBeja mantém na primeira fase as mesmas vagas do ano passado, 506 lugares.

Escola Superior de Saúde: Terapia Ocupacional (25 vagas) e Enfermagem (35).

Escola Superior Agrária: Agronomia (45), Engenharia do Ambiente (23), Ciência e Tecnologia dos Alimentos (23).

Escola Superior de Educação: Serviço Social (45), Artes Plásticas e Multimédia (30), Educação e Comunicação Multimédia (30), Desporto (29) e Educação Básica (20).

Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Solicitadoria/ regime de ensino à distância (20), Engenharia Informática (50), Gestão de Empresas (40), Solicitadoria (30), Turismo (36) e Gestão de Empresas/ Regime pós-laboral (35).

Em relação ao ano passado, o prazo de candidaturas de acesso aos estabelecimentos públicos arranca segunda-feira com menos 265 vagas. Apesar das engenharias corresponderem à maior fatia dos 50555 lugares disponíveis, seguidas pelas áreas das ciências empresariais e da saúde, é na engenharia civil que ocorre o maior corte (passando de 1046, em 2014, para 961, agora).

Enfermagem, Engenharia Informática e Gestão são os cursos com mais vagas. Já por instituições: Direito, nas universidades de Lisboa e Coimbra, e Enfermagem, nas escolas superiores daquelas duas cidades, lideram o ranking das licenciaturas onde um maior número de lugares abriu no total.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg