Odemira e Aljezur: Lançada petição para travar a agricultura intensiva no Sudoeste.


Um grupo de cidadãos de Odemira e Aljezur preocupados com a expansão da agricultura intensiva no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina lançou a petição para travar a agricultura intensiva.
O documento lançado movimento “Juntos pelo Sudoeste”, visa pedir a revogação da Resolução de Conselho de Ministros 179/2019 que permite triplicar a área coberta de plástico que já existe no parque e ainda por cima autorizar a colocação de contentores dentro das explorações agrícolas para mais trabalhadores emigrantes até 36.000 pessoas.
 Considera o “Juntos pelo Sudoeste” que  é “insustentável e não podemos deixar que isto venha a acontecer dentro de um parque, ainda por cima com os problemas sociais e ambientais que já existem e ainda estão por resolver”.
O movimento revela que precisa de 4.000 assinaturas para que “o assunto seja discutido na Assembleia da República” e por isso pede que os cidadãos assinem a petição e façam um gosto da página “Juntos pelo Sudoeste”, se concordarem.

Petição pública: “O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina não aguenta mais agricultura intensiva! https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT95695

Página Juntos Pelo Sudoestehttps://www.facebook.com/Juntos-pelo-Sudoeste-104433347768158/?modal=admin_todo_tour.

O assunto já mereceu uma reportagem de Pedro Silva, jornalista da Rádio Renascença, deixando o “Juntos pelo Sudoeste”, os links onde a mesma pode ser lida ou ouvida.

Artigo:
Versão rádio:

Share This Post On
468x60.jpg