Ovibeja: Partido Nacional Renovador lança candidato pelo distrito de Beja.


Além de pretender passar a sua mensagem na Ovibeja, o Partido Nacional Renovador (PNR) lançou o cabeça de listas às Legislativas pelo distrito de Beja.

OVIBEJA- PNR prs e candA_800x800Francisco Faria (à direita na foto), 42 anos, Guarda Prisional no Estabelecimento Prisional de Beja, é o cabeça de lista do Partido Nacional Renovador (PNR) às próximas eleições Legislativas. O anúncio foi feito hoje em Beja, durante a visita daquele partido à Ovibeja.

José Pinto Coelho (à esquerda na foto), presidente do PNR chefiava a comitiva que aproveitou o 1º de Maio para defender a data como o “Dia do Trabalho Nacional”. Num panfleto que foi distribuindo pelos visitantes do certame o PNR defende como prioridades a “produção nacional, o emprego e a justiça social”.

Para lutar contra o facto de os portugueses andaram a sustentar os interesses alheios “que consomem o erário público de modo criminoso e dirigentes que roubam às escuras e às claras”, o Partido Nacional Renovador elegeu um Beja um guarda prisional, para melhor defender as famílias e os trabalhadores da “muita injustiça social” que grassa em Portugal.

Francisco Faria, disse ao Lidador Notícias que “há uns que andam de Ferrari e eu ando de carroça”, justificou o candidato. O melhor exemplo deste desabafo está o facto da comitiva dos Renovadores, terem trazido a “lancheira” e num dos recantos da Ovibeja, fizeram o se almoço.

O objectivo em Beja, segundo Francisco Faria, é “triplicar a votação” das últimas Legislativas, onde o PNR conseguiu 0,4% dos votos. “Não queremos os votos dos outros partidos, mas dos que se abstêm e estão descontentes”, concluiu.

OVIBEJA- PNR_800x800Por seu turno José Pinto Coelho revelou que a presença na Ovibeja se deve ao facto de o certame configurar “a grandes defesas do partido: a produção nacional”. O líder do PNR acrescentou que “o cante e a agricultura” estão dentro desse interesses que defendem como importantes “para o País e a região”, sustentando que não querem cair “nos lugares comuns e estafados” dos outros partidos. “O nosso objectivo nacional nas Legislativas é superar os 50 mil votos”, rematou José Pinto Coelho, sustentando que o PNR faz “política pura, com outros meios e postura”, sintetizou.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg