São Miguel do Pinheiro (Mértola): Eleita “Aldeia dos Sonhos” da Fundação INATEL.


A aldeia de São Miguel do Pinheiro, concelho de Mértola, foi escolhida como a “Aldeia dos Sonhos” pela Fundação INATEL. A nomeação faz parte de um projeto que pretende realizar os sonhos de localidades com menos de 100 pessoas.

S.M.Pinheiro_800x800O projeto “Aldeia dos Sonhos” promovido pela INATEL, destina-se a todos os habitantes de aldeias portuguesas com cem ou menos residentes permanentes, permitindo a concretização de sonhos de natureza turística, cultural e desportiva das populações mais isoladas do país que, de outra forma, não teriam possibilidade de os realizar.

Na primeira edição da iniciativa, foi escolhida a aldeia de Ouguela, no concelho de Campo Maior, com cerca de 60 habitantes, concretizando-se o sonho de viajar até Lisboa e de conhecer os monumentos mais emblemáticos da cidade. Realizou-se ainda o desejo de assistir a um espetáculo de revista e de visitar o Estádio da Luz.

Pereiros, concelho de S. João da Pesqueira, e Pombares, concelho de Bragança, receberam as menções honrosas do projeto, proporcionando-se, respetivamente, uma viagem de barco no Rio Douro, assim como, o primeiro contacto com o mar e um passeio por Lisboa, que contemplou uma visita ao Oceanário, ao Cristo Rei e a uma típica casa de fados.

Na edição deste ano, a aldeia de São Miguel do Pinheiro, situada na região do Baixo Alentejo, é eleita a “Aldeia dos Sonhos”, concretizando-se o sonho de visitar a região norte do país, nomeadamente a região do Minho e a cidade do Porto.

A maioria dos 87 habitantes de São Miguel são idosos, embora as idades variem entre os 17 e os 82 anos. As distâncias geográficas entre a sede de concelho e outras localidades de maior dimensão, acentuam o elevado isolamento geográfico e social da comunidade.

A Câmara Municipal de Mértola refere, na candidatura apresentada, a unanimidade por parte da população em visitar a zona norte do país pelo facto de ser “a região mais distante geograficamente do seu local de origem e com características paisagísticas bem diferentes do Alentejo”.

A entidade expõe a importância desta iniciativa dado que “a maioria do grupo nunca gozou férias fora da aldeia”.

Segundo a Fundação INATEL, o projeto tem como objetivo a sensibilização para a importância da salvaguarda do património cultural – material e imaterial – das aldeias históricas portuguesas, assim como a atribuição de maior notoriedade a pequenas localidades, designadamente com visitas turísticas organizadas.

A cerimónia simbólica de entrega das distinções oficiais da “Aldeia dos Sonhos” de 2015 decorrerá no próximo dia 29 de novembro, pelas 15 horas, durante o evento “Reconhecer – Gala de Reconhecimento Social 2015”, uma cerimónia dedicada ainda aos projetos sociais “Fundo de Inovação Social” e “Mealheiro Solidário”, da Fundação INATEL.


Share This Post On
468x60.jpg