Beja: Três meses depois o tribunal mantem a falta de acessibilidades para pessoas portadoras de deficiência.
Jun05

Beja: Três meses depois o tribunal mantem a falta de acessibilidades para pessoas portadoras de deficiência.

A falta de acessibilidades no Tribunal de Beja, que no passado dia 20 de fevereiro levaram ao adiamento de um julgamento de um arguido com mobilidade reduzida, mantém-se mais de três meses depois. O julgamento realizou-se ontem, porque o elevador estava a funcionar, mas não teve lugar na sala principal do edifício.

Ler Mais
Aljustrel: Raptam e espancam homem para reaver droga desaparecida.Aljustrel:
Mai28

Aljustrel: Raptam e espancam homem para reaver droga desaparecida.Aljustrel:

Três homens foram acusados dos crimes de rapto e coação agravados pelo Ministério Público de Ourique. Um quarto suspeito ainda não foi identificado.
Raptaram um homem e agrediram-no violentamente durante uma noite inteira para que este revelasse onde se encontrava estupefaciente desaparecido. O caso ocorreu a 5 de fevereiro de 2022.
Quatro homens foram até à residência da vítima, em Aljustrel, suspeitando de que esta teria sido responsável pelo desaparecimento de uma elevada quantidade de estupefacientes. Entraram pela casa adentro e, sob ameaça de arma de fogo, exigiram saber onde estava a droga. A vítima garantiu que não sabia de nada.
Os homens agrediram a vítima na cabeça com a coronha das pistolas que tinham trazido. Como o ofendido mantinha que nada sabia, forçaram-no a entrar num carro e levaram-no para um apartamento na zona de Setúbal. O homem foi agredido e ameaçado de morte durante toda a noite. Acabaria por ser libertado com várias mazelas.
Após uma investigação da Polícia Judiciária, o Ministério Público de Ourique avançou agora para a acusação de três dos suspeitos. O quarto agressor ainda não foi identificado.
Notícia: Lidador Notícias/Jornal de Notícias

Ler Mais
Beja: Procurador do MP acusado de perseguição e difamação de colega. Foi suspenso de funções.
Abr23

Beja: Procurador do MP acusado de perseguição e difamação de colega. Foi suspenso de funções.

Um procurador do Ministério Público do Juízo Central Criminal do Tribunal de Beja, foi suspenso de funções na passada quinta-feira e vai ser julgado por um crime de perseguição e outro de difamação, praticados contra uma colega do mesmo tribunal.

Ler Mais
Beja: Falta de Oficiais de Justiça fecha portas do Ministério Público.
Nov27

Beja: Falta de Oficiais de Justiça fecha portas do Ministério Público.

A falta de Oficiais de Justiça levou a que o Procurador Coordenador do Ministério Público (PM) de Beja, em consonância com a Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) encerrasse a porta do MP.

Ler Mais
Justiça: Tribunal de Odemira, faltam funcionários e não há chefia.
Out05

Justiça: Tribunal de Odemira, faltam funcionários e não há chefia.

É considerado como um tribunal “no fim do mundo”. Está reduzido a somente três e sem chefia há mais de um ano. Sem novos funcionários a secretaria ou os julgamentos começam a ficar parados.

Ler Mais