Beja: Mural Portu-galo criado por Bordalo II foi restaurado.


A equipa técnica de Bordalo II levou ontem a efeito o restauro do mural Portu-galo, localizado junto ao Museu Museológico.

O mural Portu-galo, da autoria de Bordalo II, criada em Beja em meados de 2017 no âmbito do projeto “Beja na Rua”, um festival de arte pública que celebrou as artes de rua, foi ontem alvo de um processo de restauro, promovido pela Câmara Municipal de Beja.

A intervenção foi feita pela equipa técnica do artista e ocorre depois de nos finais de dezembro do ano passado ter sido “quase arrasada” pelos fortes ventanias e chuvadas que assolaram a capital baixo-alentejana.

Com muitos salpicos de cor, o galo foi feito de placas e tubos metálicos, e foram essas peças que se desmembraram e algumas caíram, deixando o mural muito danificado. O aparecimento do covid-19 levou a que a edilidade tenha adiado a sua recuperação, o que ocorreu esta terça-feira por iniciativa da Câmara de Beja, num investimento de 1.783,50 euros.

Em dezembro de 2017, o Widewalls, um site britânico de arte urbana, elegeu os 55 mais belos murais e obras de arte de rua do ano e o Portu-galo foi considerado o 5º mais belo em todo o mundo. A obra de Bordalo II, pode ser observado na parede de uma antiga habitação agora um restaurante que recebeu o nome da peça, localizado junto ao Museu Museológico da Rua do Sembrano, no Centro Histórico de Beja.

O site considerou Bordalo II como um “artista do lixo”, que cria “animais talentosos” a partir de matérias usados e descartados. A Magazine Notícia, publicação da Global Media Group afirmou sobre Bordalo II que “há um novo artista português nas bocas e nas ruas do mundo”.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
468x60.jpg