Opinião (Rogério Copeto): PESSOAS DESAPARECIDAS E O “MITO DAS 24 HORAS”
Jun02

Opinião (Rogério Copeto): PESSOAS DESAPARECIDAS E O “MITO DAS 24 HORAS”

Sempre que é dado conhecimento às Forças de Segurança, GNR e PSP, de que uma pessoa está desaparecida, seja criança, adulto ou idoso, estas têm a obrigação de iniciar os procedimentos e as diligênciais que conduzam à sua localização, no mais curto espaço de tempo possível.

Ler Mais