Beja: Museu Regional com investimento global de 4,5 milhões em obras.


A primeira fase das obras a iniciar em 2022, tem um investimento de 1,7 milhões de euros e a segunda com início no primeiro trimestre de 2023 terá um investimento complementar de mais 2,8 milhões de euros.

O investimento de 1,7 milhões de euros destinados à reabilitação do Museu Rainha Dona Leonor, em Beja, vai ser complementado com um investimento complementar de mais 2,8 milhões de euros, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O anúncio foi feito por Graça Fonseca à margem da cerimónia de assinatura do contrato para a realização da empreitada de valorização e conservação do Convento de Nossa Senhora da Conceição – Museu Rainha Dona Leonor, realizada nesta quarta-feira, dia 24 de novembro.

Estas obras, que correspondem à segunda fase da empreitada, terão início no primeiro trimestre de 2023 e deverão estar concluídas no final do ano seguinte.

A intervenção vai contemplar intervenções de conservação e restauro no interior, a instalação de sistemas de climatização, iluminação e vigilância, a reabilitação do Claustro, a melhoria das condições gerais de acessibilidade, assim como a reabilitação dos terraços e a instalação de rede wifi.

Nesse sentido, nos próximos três anos, entre 2022 e 2024, serão investidos mais de 4, 5 milhões de euros “neste monumento nacional e emblemático do Alentejo”, frisou a governante.

Quanto à primeira fase da intervenção, que ascende a 1,7 milhões de euros, arranca já no início do próximo ano, com um prazo de execução de 18 meses.

O financiamento é assegurado por fundos comunitários do Programa Operacional Regional, no âmbito de candidatura apresentada ao Alentejo 2020, pela Associação Portas do Território, na sequência de uma parceria constituída entre a Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo), a Associação Portas do Território e a Câmara Municipal de Beja.

Paulo Arsénio, presidente da autarquia de Beja, destaca o “papel importante das parcerias” e adianta que, apesar, da 1ª fase de investimento ser “o essencial do essencial” irá “fazer uma grande diferença”.

Esta primeira fase da empreitada compreende a reparação de coberturas, caixilharias exteriores e rebocos interiores e exteriores, renovação da instalação elétrica, melhoria das condições gerais de acesso e de funcionamento. 

O Convento de Nossa Senhora da Conceição pertence ao Estado Português e encontra-se classificado como Monumento Nacional desde 1922. O Museu Regional de Beja, instalado no Convento, integra desde dezembro de 2019 a Direção Regional de Cultura do Alentejo, sendo, assim, o mais recente museu do Ministério da Cultura.

Notícia: Lidador Notícias/ Rádio Pax


Share This Post On
468x60.jpg