Beja: Três meses depois do atropelamento mortal, Força Aérea ainda não concluiu inquérito.
Out01

Beja: Três meses depois do atropelamento mortal, Força Aérea ainda não concluiu inquérito.

A Força Aérea ainda não concluiu inquérito ao sargento que atropelou mortalmente ciclista. Militar acusou 1,71 de TAS. Passaram três meses e o militar continua a trabalhar e a conduzir.

Ler Mais
Beja: Família revoltada com justiça, no caso da morte de ciclista por militar alcoolizado.
Jul09

Beja: Família revoltada com justiça, no caso da morte de ciclista por militar alcoolizado.

A família de Jorge Martinho, o ciclista de 52 anos, que foi atropelado mortalmente na tarde do passado dia 29 de junho, por um militar da Força Aérea Portuguesa (FAP) que saiu alcoolizado da Base Aérea (BA)11, está “indignada e revoltada com a justiça portuguesa”.

Ler Mais