Mértola: Penas de prisão para dois indivíduos por burla qualificada e falsificação em compra de gado.
Nov28

Mértola: Penas de prisão para dois indivíduos por burla qualificada e falsificação em compra de gado.

Dois dos quatro acusados dos crimes de burla agravada e de falsificação na comprada de gado bovino, foram condenados a penas de prisão, suspensa. Os outros dois indivíduos acusados foram absolvidos.

Ler Mais
Mértola: Quarteto julgado por burla qualificada e falsificação em compra de gado.
Out25

Mértola: Quarteto julgado por burla qualificada e falsificação em compra de gado.

Quatro indivíduos começam hoje a ser julgados no Tribunal de Beja, pelos crimes de burla agravada e um crime de falsificação. “Compraram”, em setembro de 2012, 19 bovinos, com recurso de um cheque contrafeito.

Ler Mais
Beja: Empresário reformado, condenado a 2 anos de prisão pelos crimes de falsificação de documentos e burla.
Abr27

Beja: Empresário reformado, condenado a 2 anos de prisão pelos crimes de falsificação de documentos e burla.

António Augusto Morgado, 70 anos, antigo empresário de Lisboa, que se dedicava ao comércio a retalho de peças e acessórios para automóveis, já reformado, foi ontem condenado, em cúmulo jurídico, a dois anos de prisão pelos crimes de falsificação de documentos e burla.

Ler Mais
Beja: Empresário, já reformado, julgado de novo, pelo crime de falsificação de documentos e burla.
Abr13

Beja: Empresário, já reformado, julgado de novo, pelo crime de falsificação de documentos e burla.

Empresário reformado julgado pela terceira vez por falsificação de documentos e burla. Falsificou a assinatura de um cliente e “sacou” 4.900 euros com uma letra. Num dos processos foi condenado a três anos e seis meses de prisão, pena que foi suspensa, em outro foi absolvido.

Ler Mais
Beja: Quarteto julgado por burla qualificada e falsificação em compra de gado.
Nov10

Beja: Quarteto julgado por burla qualificada e falsificação em compra de gado.

Quatro indivíduos começam hoje a ser julgados no Tribunal de Beja, acusados em co-autoria, de um crime de burla agravada e um crime de falsificação, tendo “comprado”, numa exploração em São Miguel do Pinheiro, concelho de Mértola, 19 bovinos com “cheque contrafeito” de quase 9.000 euros.

Ler Mais